Leia este artigo em:

Efeitos da glicerina e género sobre a carcaça e qualidade da carne no cruzamento Ibérico x Duroc

A adição de glicerina nas dietas para porcos pesados não afecta a qualidade da carcaça nem a qualidade da carne.

4ª feira 5 Abril 2017 (há 1 anos 2 meses 13 dias)

Nos últimos anos a glicerina tem sido considerada uma nova e económica fonte de energia, mas o efeito de utilizar glicerina para alimentar porcos até um elevado peso ao abate, como são os porcos ibéricos, que são abatidos por norma aos 160 kg, não foi estudado.

Tendo em conta os numerosos estudos que demonstram a importância de factores anteriores ao abate, como a alimentação, o sexo, o peso e a raça, sobre a carcaça e a qualidade da carne, é interessante estudar o efeito da glicerina sobre o porco ibérico.

Para este estudo, foram utilizados 90 porcos Ibérico × Duroc (45 machos castrados e 45 fêmeas jovens). Durante o periodo de acabamento (95 a 160 kg de peso corporal, 74 dias) os animais foram alimentados com ração convencional (G0 controlo) ou com a mesma ração adicionando 5% (G5) ou 10% (G10) de glicerina bruta substituído parcialmente a farinha de trigo.

Em geral, nem a dieta nem o género afectaram os parâmetros de ultra-som, a carcaça ou a qualidade da carne. O G-10 mostrou valores mais baixos de perda por cocção e de coloração vermelha em comparação com os grupos G5 e G0. Os ácidos gordos, C10: 0, C12: 0 e C18: 3, na gordura intramuscular foram menores em ambos os grupos de glicerina. Os ácidos gordos poliinsaturados e 18:2 reduziram-se e C20:0 aumentou na gordura subcutânea dos animais do grupo G10. Os machos castrados produziram carcaças com maior espessura da gordura dorsal e conteúdo geral de gordura. Por outro lado, os machos castrados mostraram um maior conteúdo de SFA na gordura subcutânea que as fêmeas (p <0,001).

Em conclusão, as características da carcaça e qualidade da carne de porcos cruzados Ibérico × Duroc não foram afectadas pela inclusão de glicerina bruta, ainda que 10% de inclusão parece reduzir a perda por cocção. Poderia ser incluída até 10% de glicerina bruta nas dietas para porcos ibéricos sem efeitos negativos sobre a qualidade da carne.

Egea, M., Linares, M. B., Garrido, M. D., Madrid, J., & Hernández, F. (2016). Feeding Iberian × Duroc cross pigs with crude glycerine: Effects of diet and gender on carcass and meat quality. Meat science, 111, 78-84. doi:10.1016/j.meatsci.2015.08.008

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags