Porcos com pouco peso, subida menos acentuada: caminhamos para o preço máximo dos porcos em Portugal?

Mais uma subida de 0,05€/kg carcaça na cotação dos porcos na segunda quinzena de Junho ocorreu na Bolsa do Porco, passando esta para 1,821€/kg.

6ª feira 15 Julho 2016 (há 3 anos 3 meses 28 dias)
gosto

15 de Julho de 2016

Mais uma subida de 0,05€/kg carcaça na cotação dos porcos na segunda quinzena de Junho ocorreu na Bolsa do Porco, passando esta para 1,821€/kg. Os porcos continuam com os pesos bastante baixos, sinal de que a oferta é inferior à procura mas em todo o caso, a indústria queixa-se que as vendas da carne andam bastante fracas e, por esse facto, não terá sido cumprida totalmente esta subida da Bolsa do Porco.

Em Espanha a cotação também subiu 0,035€/kg PV nesta quizena (cerca de 0,047€/kg carcaça) ficando a cotação em 1,315€/kg PV (cerca de 1,753€/kg carcaça).

Os pesos em Espanha continuam a baixar e estão cerca de 5kg mais baixos do que estavam há um par de meses atrás. A indústria espanhola continua a vender grandes quantidade de carne para a China apesar das compras deste gigante asiático terem começado a abrandar. Com este abrandamento das compras chinesas, as subidas dos porcos também começaram a abrandar.

Em todo o caso, os chineses terão que continuar a comprar carne de porco para abastecer o seu mercado interno já que continuam a existir dúvida quanto ao número de porcas reprodutoras que foram abatidas no último ano na China. Terão sido 7 milhões? 12 milhões? Seja o número que fôr, este efectivo demora a ser reposto e ainda demora mais a que os animais da reposição de efectivo cheguem ao matadouro (no mínimo 11 meses no total). Portanto, perspectiva-se que o mercado se mantenha numa boa situação nos próximos meses.

A Alemanha também subiu a sua cotação 0,06€/kg carcaça, fixando-se a cotação em 1,66€/kg. Os pesos continuam a baixar e apesar dos matadouros quererem “descolar-se” do preço oficial com a justificação de que há menos consumidores (saídas do país para férias no estrangeiro e por isso menos consumidores) os porcos ainda são menos e por isso não existem condições de criar diferenciais por parte das empresas de abate alemãs.

Nesta quinzena, tanto a Holanda como a Bélgica subiram muito ligeiramente as suas cotações. A Holanda teve uma subida de apenas 0,01€/kg carcaça para os 1,63€/kg carcaça e a Bélgica subiu 0,04€/kg PV para 1,16€/kg PV

A Dinamarca, nesta primeira quinzena de Julho, teve uma subida superior ao da quizena anterior. Neste caso a subida foi de 0,05€/kg carcaça, fixando-se em 1,42€/kg carcaça.

Em França a cotação voltou a subir 0,059€/kg carcaça, fixando-se a cotação e 1,458€/kg carcaça. Os abates continuam em bom ritmo e os pesos baixaram 250gr, estando agora nos 93,25kg carcaça, o peso mais baixo do ano. A França teve um feriado esta quinzena, mais precisamente no dia 14 de Julho e veremos que impacto este dia a menos de abate terá no seu mercado interno.

Passámos metade do mês de Julho e o mercado anda bastante bom e espera-se que continue assim. O preço mantém-se elevado e veremos se continuará a subir, ainda que ligeiramente, nas próximas semanas.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags