China compra menos, calor atrasa porcos e foi encontrada a estabilidade nas cotações dos porcos em Portugal

Uma subida de 0,005€/kg carcaça na cotação dos porcos na segunda quinzena de Julho ocorreu na Bolsa do Porco, passando esta para 1,826€/kg, ou seja, na prática trata-se de uma manutenção do preço em Portugal

6ª feira 29 Julho 2016 (há 2 anos 11 meses 24 dias)
gosto

29 de Julho de 2016

Uma subida de 0,005€/kg carcaça na cotação dos porcos na segunda quinzena de Julho ocorreu na Bolsa do Porco, passando esta para 1,826€/kg, ou seja, na prática trata-se de uma manutenção do preço em Portugal. O mercado está mais “calmo”, há alguma menor procura de porcos para abate em função de menores consumos de carne em Portugal e também devido à estagnação das subidas nos restantes mercados europeus, principalmente o espanhol.

O mercado chinês também anda a comprar menos carne e isso reflectiu-se em todos os mercados da Europa. Esta redução nas compras de carne levou a que houvesse alguma menor procura de porcos para abate se bem que este dado tenha tido pouca influência nas cotação (por agora) já que as elevadas temperaturas que se verificam em Portugal e Espanha têm reduzido os crescimentos dos porcos e, consequentemente, também se reduz a oferta de animais para abate.

De todas as formas, os pesos estabilizaram e encontram-se no seu nível mais baixo do ano.

Em Espanha a cotação também subiu 0,008€/kg PV nesta quinzena (cerca de 0,011€/kg carcaça) ficando a cotação em 1,323€/kg PV (cerca de 1,764€/kg carcaça).

Os pesos em Espanha continuam a baixar, e baixaram mais de meio quilograma nesta quinzena, principalmente devido ao calor apesar dos matadouros também terem reduzido os abates, havendo mesmo na zona da Catalunha matadouros que abatem apenas 4 dias por semana por não terem porcos suficientes para abater.

A indústria da carne queixa-se que não consegue valorizar algumas peças nobres que lhes permita fazer face ao preço a que compram os porcos. Uma vez os produtores, outra vez aos industriais. O mal bate à porta de todos.

Por outro lado, o mercado chinês continua a comprar, ainda que em menores quantidades, mas também a preço mais baixo. Portanto, os preços da carne poderão começar a ter mais influência no que se poderá vir a passar na cotação dos porcos nas próximas semanas.

A Alemanha manteve em 1,66€/kg. Há mais procura de porcos para abate do que oferta mas os preços da carne (a indústria alemã também se queixa que não consegue aumentar preços a carne aos seus clientes) começam a pressionar o preço dos porcos e não permitem que a cotação destes suba. Por falta de porcos, há matadouros que abatem apenas 4 dias por semana e os pesos estabilizaram-se nos 93,5 kg.

Nesta quinzena, tanto a Holanda como a Bélgica mantiveram as duas cotações em 1,63€/kg carcaça e 1,16€/kg PV respectivamente.

A Dinamarca, manteve a sua cotação em Coroas dinamarquesas, se bem que devido à taxa de câmbio a cotação tenha subido em euros 1 cêntimo, ficando a cotação em 1,43€/kg carcaça.

Em França a cotação subiu apenas 0,001€/kg carcaça, fixando-se a cotação e 1,459€/kg carcaça, ou seja, trata-se de uma manutenção para todos os efeitos. Os abates continuam em bom ritmo e os pesos mantiveram-se nos 93,3kg carcaça.

É bem provável que o preço tenha atingido o seu pico mais alto e que agora comece a descer ligeiramente. A descida prevista é ligeira o que permitirá que a cotação dos porcos se mantenha em bom nível até final do ano. Veremos se assim é se não aparece nenhum factor negativo que possa desestabilizar o mercado e fazer baixar mais do que o previsto. Factores positivos que desestabilizem o mercado são bem-vindos.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags