Está tudo a pensar no mesmo….

Em Portugal, é já a quarta semana consecutiva de manutenção da cotação

6ª feira 19 Maio 2017 (há 2 anos 2 meses 4 dias)
gosto

19 de Maio de 2017

Utilizando um dito ligado ao mundo do futebol, e muito em voga mais para o final do campeonato, no mundo do porco “está tudo a pensar no mesmo”. E o que é “o mesmo” em que todos pensam? Na subida da cotação!

Estas últimas semanas, após a Páscoa, têm sido de estabilidade nas cotações europeias do porco principalmente devido aos inúmeros feriados existentes nos mais diferentes países europeus que reduziram o número de dias de abate por essa Europa fora. Houve ligeiras subidas de 2-3 cêntimos nalguns países mas a França desceu a sua cotação.

Os pesos na Europa estão agora mais elevados d0o que estavam o ano passado nesta mesma altura e devemos recordar que até à Páscoa os pesos eram bastante inferiores. Houve estagnação na venda de carne que internamente (no Norte da Europa o tempo não tem permitido churrascadas), quer para a exportação, onde os norte-americanos têm preços mais competitivos que a U.E. para vender à China e é isso que tem sucedido.

Em Portugal, é já a quarta semana consecutiva de manutenção da cotação. O mercado anda equilibrado e a oferta, apesar de reduzida, é ajustada à procura. Por outro lado, não havendo subidas nas cotações do mercado espanhol, é difícil que o mercado português suba por si mesmo. Esta “estagnação” do mercado permitiu que os pesos pudessem subir um pouco e isso dará mais margem aos produtores. O mercado português espera, ansiosamente, que a restante Europa (principalmente Espanha) comece a subir para acompanhar esse comportamento do mercado. E a Europa irá subir as suas cotações!

O mercado espanhol manteve a sua cotação em 1,355€/kg PV (1,807€/kg carcaça). Os pesos subiram, tal como já referi anteriormente, se bem que isso não seja um problema.

Na Alemanha a cotação subiu 0,03€/kg carcaça no final do mês passado fixando-se em 1,76€/kg carcaça. O mercado está equilibrado e os pesos mantiveram-se nos 96,3kg

Na Holanda a cotação manteve-se em 1,76€/kg carcaça e na Bélgica subiu 0,03€/kg PV para 1,26€/kg PV. Os holandeses justificam a manutenção devido aos atrasos nos abates devido aos feriados e alguma estabilidade na venda de carne. Devido a essa estabilidade nas vendas, há dificuldade em fazer subir o preço da carne devido a essa maior dificuldade nas vendas.

A Dinamarca subiu 0,08€/kg carcaça na primeira quinzena de Maio, fixando-se a cotação em 1,56€/kg carcaça. O que se passa na Dinamarca para ter sido o país com a maior subida de todos os grandes produtores europeus? Os dinamarqueses debatem-se com falta de porcos para abate pois durante o ano saem milhões de leitões que são engordados e abatido, principalmente, na Alemanha. Tendo em consideração esta situação, os dinamarqueses estão a tentar criar condições para que haja mais leitões a ser engordados na Dinamarca, subindo o preço base a pagar aos produtores, a que se irão juntar mais bonificações do que aquelas já existentes. Veremos até onde subirá a cotação dinamarquesa.

Em França foi a excepção. Houve uma descida nas cotações já que há semanas consecutivas que existem feriados em cada uma dessas semanas. Estes feriados condicionam o volume de abates e a saída de porcos das explorações. Houve subida de pesos de 600 gr para 95,7 kg e descida da cotação de 0,045€/kg carcaça. fixando-se em 1,491€/kg carcaça.

Aproximam-se semanas em que tradicionalmente as cotações sobem. Este ano não fugirá à excepção. Veremos se está para breve ou se tardará mais um par de semanas

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags