Estabilização da cotação do porco em Portugal à espera das subidas

Manutenção da cotação na primeira quinzena do mês. Ou melhor, até houve uma ligeira subida 0,007€/kg carcaça na cotação. Para que preço? Não sabemos.

6ª feira 20 Janeiro 2017 (há 2 anos 10 meses 21 dias)
gosto

20 de Janeiro de 2017

Começou um novo ano, mas o mercado continua velho. Quero com isto dizer que, se o final de 2016 se caracterizou pela manutenção da cotação do porco no nosso País, o início do novo ano nada trouxe de novo. Manutenção da cotação na primeira quinzena do mês. Ou melhor, até houve uma ligeira subida 0,007€/kg carcaça na cotação. Para que preço? Não sabemos.

Pelas informações que consegui obter, a Bolsa do Porco voltou a não publicar cotação de referência e apenas irá dar informação relativa à variação da mesma.

O mercado nacional vai-se desenrolando sem grandes sobressaltos, fruto de algum equilíbrio entre a oferta e a procura. De todas as formas, prevê-se que haja menos oferta de porcos daqui para a frente e esta redução na oferta tem que, forçosamente, se reflectir na subida da cotação.

Em relação à cotação média da Bolsa do Porco, em 2017 e nas semanas em que houve cotação (relembro que nas primeiras 4 semanas do ano não houve cotação definida), esta foi de 1,566€/kg carcaça.

Em Espanha, a cotação mercado espanhol acabou mexer muito ligeiramente (+0,003€/kg PV, ou seja, cerca de +0,004€/kg carcaça) fixando-se a cotação em 1,132€/kg PV (1,509€/kg carcaça). Os pesos em Espanha subiram 370g nesta quinzena, principalmente porque houve feriados e, consequentemente, menos abates. Em todo o caso, os pesos são mais baixos cerca de 1kg do que era o ano passado na mesma altura.

Dos grandes produtores de porcos na U.E., a Espanha continua a ter o preço mais baixo mas, após a subida e a descida alemã que arrastou os seus mercados satélites (Holanda, Bélgica, Áustria e Polónia), as cotações não estão muito distantes umas das outras.

Começam-se a abater mais porcos em toda a U.E. para repor stocks nas câmaras frigoríficas e para retomar as vendas para a China e este aumento dos abates vai sobrepor-se à redução da oferta de animais para abate já que as reduções no efectivo reprodutor, desde finais de 2014 e até meados de 2015, deixaram marcas e elas começam a ser visíveis. Há menos oferta de porcos para abate.

O mercado alemão, tal como referi acima, teve uma subida de 0,05€/kg carcaça e uma descida no mesmo valor, tendo havido, portanto, manutenção da cotação em 1,52€/kg carcaça. Os pesos, devido a alguma redução nos abates alemães, subiram 300g para os 96,4kg carcaça. Os matadouros têm baixado o preço da carne para poderem tentar vender mais, mas o comércio de algumas peças está complicado e a congelação é uma solução que tem sido seguida por boa parte das empresas de abate.

Na Holanda a cotação subiu para se realinhar com o mercado alemão. A Holanda, devido a uma nova definição no “porco base” para definição da cotação, teve uma subida de 0,16€/kg carcaça, sendo que 0,11€ desses 0,16€ são de “regularização da cotação tendo em consideração o novo “porco base”. Assim a cotação holandesa é 1,58€/kg carcaça. Na Bélgica, a cotação manteve-se em 1,05€/kg PV.

A Dinamarca manteve a sua cotação em 1,35€/kg carcaça. Os dinamarqueses referem que em Janeiro é normal que as vendas se reduzam, e este ano não está a ser excepção. Apesar disso, as perspecitvas de venda para a China, depois do seu Ano Novo, são boas e isso tem ajudado a “segurar” os preços.

Em França a cotação subiu 0,02€/kg carcaça fixando-se em 1,323€/kg carcaça. Os pesos baixaram 500g para os 94,9kg de carcaça (menos 1,2kg que na mesma semana de 2016). A oferta de porcos é baixa e tem tendência a ser menor o que será um factor positivo para as cotações.

Para terminar, e veiculando a informação do MPB, deixo-vos indicação das cotações médias dos porcos nos maiores produtores da U.E., comparando-os com as cotações médias de 2015.

País                                    2015                             2016                               var %

Alemanha AMI 57%             1,387€                          1,487€                             7,24

Espanha Lérida PV              1,129€                          1,130€                             0,09

Holanda Vion                       1,341€                          1,452€                             8,26

Dinamarca 61%                   1,235€                          1,302€                             5,40

França MPB 56 TMP            1,238€                          1,293€                            4,44

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags