Passou metade de Outubro e a cotação não mexe!

matadouro
matadouro

Passámos metade do mês de Outubro e a cotação continua sem qualquer alteração na Bolsa.

6ª feira 18 Outubro 2019 (há 1 meses 1 dias)
gosto

18 de Outubro de 2019

Após o excelente comportamento do mercado no mês de Setembro em que não existiram variações na cotação dos porcos na Bolsa do Porco, eis que passámos metade do mês de Outubro e a cotação continua sem qualquer alteração na Bolsa. Todavia, houve algumas ligeiras descidas no mercado, em consequência do comportamento da bolsa de Lérida.

A Espanha foi o único país a descer a cotação, ainda que ligeiramente para o que é habitual nestas alturas do ano, no seu mercado de referência, visto que em todos os outros países da U.E, houve manutenção das cotações (Alemanha, Holanda e França) e uma subida na Dinamarca (fenómeno bem raro, este).

A procura de porcos para abate, para fornecer os mercados do Sudeste Asiático, não só a China, mas também os seus países vizinhos que continuam com graves problemas ao nível dos focos de Peste Suína Africana, com abates massivos de animais e déficit de porcos para abate e consequentemente de carne para abastecer as necessidades dos seus mercados (Vietname, Filipinas, Laos, Coreia do Sul, Tailândia, Singapura, etc) é forte e impede que haja descidas na cotação, apesar das subidas de peso dos porcos.

A próxima “prova de fogo” para o mercado do porco europeu é o feriado de Todos os Santos, que é uma sexta-feira e onde o nível de abates será amputado de um dia nessa semana. Veremos que influência terá no peso dos porcos e no seu escoamento posterior. Deste comportamento sairá o desempenho do mercado do porco no que restará de 2019 e dará uma indicação do que poderá ser o arranque do ano 2020.

Em todo o caso, a cotação média dos porcos nos principais países produtores de porcos da U.E., entre Janeiro e Setembro, tem sido significativamente mais alta que em 2018. Senão vejamos:

Holanda 1,7801€/kg PV (+19,7%), Alemanha 1,67€/kg carcaça 57% (+16,5%), Dinamarca 1,39€/kg carcaça 61% (+18,5%), Espanha 1,32€/kg PV (+13,9%), França 1,43€/kg carcaça 56TMP (+19%)

Em Espanha a cotação desceu 0,025€/kgPV (-0,033€/kg carcaça) para 1,440/kgPV (1,92€/kg carcaça) nesta quinzena. Os pesos subiram mais 940g em PV e estão 3kg acima do peso da mesma semana de 2018. O mercado flui bem na zona norte de Espanha (Catalunha e Aragão), devido á actividade do matadouro do Grupo Pini, e anda mais “enrolado” noutras regiões do país vizinho. Esta situação levou a uma ligeira descida da cotação.

Na Alemanha, a cotação manteve-se em 1,85€/kg carcaça. O peso subiu 500g para 97Kg, peso que não se via desde Janeiro e mesmo assim o mercado continua de feição para os produtores, pois os matadouros não têm a veleidade de pedir descidas de cotação mesmo com este nível de peso. A carne, em verde, vende-se bem e sem problemas, apesar de não haver grandes impulsos que estimulem o sue consumo. Por vezes há alguma falta de carne para transformação (toucinho e pás). A procura chinesa continua a ser o grande motor do mercado alemão.

Na Holanda a cotação manteve-se em 1,93€/kg carcaça. Este preço é 0,47€ mais alto do que na mesma semana de 2018. A título meramente de curiosidade, a cotação das porcas de refugo na Holanda é de 1,61€/kg carcaça. Por outro lado, a cotação dos leitões para engoda está nos 47,50€ para leitões de 25kg, quando o ano passado, nesta mesma semana, valiam apenas 20,00€ a unidade.

Na Bélgica a cotação manteve-se em 1,26€/kg PV.

Na Dinamarca a cotação subiu 0,08€/kg carcaça e está em 1,69€/kg. A venda de carne faz-se com grande facilidade, principalmente para os mercados asiáticos, e daí ter havido condições para subir a cotação com algum significado.

Em França a cotação desceu 0,001€/kg carcaça ficando em 1,700/kg carcaça, tendo havido 6 sessões do MPB em que a cotação não teve qualquer oscilação. Os pesos subiram 620g para 95,22kg e estão 900g acima do peso da mesma semana de 2018. A procura de carne é boa e daí haver boas condições para o mercado manter as cotações altas e sem tendência de descida.

O ano aproxima-se do seu final, e o mercado apresenta excelentes indicadores para que não haja grandes alterações no mercado daqui até final de Dezembro.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags