Pesos a baixar e porcos a subir, assim vai o mercado

Os porcos voltaram a subir em Portugal, na segunda quinzena de Junho. A subida foi de 0,04€/kg carcaça.

30 de Junho de 2017

Os porcos voltaram a subir em Portugal, na segunda quinzena de Junho. A subida foi de 0,04€/kg carcaça. Desde que as cotações recomeçaram a subir, o total acumulado de aumento é de 0,145€/kg carcaça.

Com o aumento das temperaturas e o aumento da procura de porcos, os pesos deverão continuar a baixar ainda com maior significado, o que trará maior fluidez ao mercado. Os matadouros pedem porcos porque têm pedidos de carne, os produtores não os conseguem entregar porque estes estão com pouco peso e porque, com os preços ainda a subir, é natural que pretendam tirar porcos mais pesados.

Deste equilíbrio/desequilíbrio existente não apenas em Portugal, mas transversal a quase todos os grandes países produtores de porcos Europeus, irá resultar o pico do preço do porco neste Verão. Qual será ele? Cá estaremos para ver onde chega.

No final da semana passada foi lançada a marca de carne de porco “Porco.PT”. Veremos qual a sua penetração no consumo e que consequências a trará para a produção e para a restante Fileira do porco.

Entretanto, o mercado europeu continua com alguma dificuldade em vender carne para a China. Com os preços altos, os chineses procuram outros mercados mundiais (Estados Unidos, Canadá, Brasil) onde conseguem abastecer parte das suas necessidades a preços mais baixo do que se comprarem na U.E.

Os chineses também sabem que a partir de Setembro os preços baixam e que, nessa altura, será mais barato comprar na Europa do que agora.

Em todo o caso, como a oferta de porcos para abate é reduzida e os consumos de carne andam relativamente bons já o bom tempo em toda a europa permite que no Norte haja churrascadas onde se consome muita carne de porco e que no Sul comecem a entrar turistas de vários pontos do globo que fazem também aumentar o consumo.

Em Espanha a cotação subiu novamente 0,025€/kg PV (+0,033€/kg carcaça) nesta quinzena, fixando-se em 1,425€/kg PV (1,90€/kg carcaça). Os pesos baixaram cerca de 1kg.

Na Alemanha a cotação manteve-se nos 1,81€/kg carcaça. O mercado está equilibrado entre a oferta e a procura e os pesos baixaram 200g indo para os 95,9kg.

Na Holanda a cotação manteve-se em 1,82€/kg carcaça e na Bélgica subiu 0,01€/kg PV para 1,30€/kg PV.

A Dinamarca também manteve a sua cotação em 1,56€/kg carcaça.

A França, que tem o preço mais baixo de toda a U.E., teve uma ligeiríssima subida de apenas 0,006€/kg carcaça, fixando-se a cotação em 1,491€/kg carcaça. Os pesos desceram com significado (-700g para os 94,4) o que é um sinal notório de que o mercado francês começa a ficar desafogado e que a tendência será de subidas mais significativas da sua cotação.

Como se nota, o mercado Europeu está bom, apesar de haver algumas pequenas dificuldades pontuais nalguns países. Com a chegada das férias, o Sul da Europa vai-se tornar ainda mais activo e o Norte mais parado. Veremos quais as consequências deste Verão para um mercado que está com alguma falta de porcos.

Artigos

Vai calma e segura, a subida dos porcos16-Jun-2017 há 2 anos 1 meses 7 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags