Antes do fim de Agosto eis que aparece a primeira descida dos porcos

No que diz respeito às cotações, Portugal a cotação na Bolsa do Porco baixou 0,01€/kg carcaça nesta quinzena.

1 de Setembro de 2017

Tal como na primeira quinzena de Agosto, a segunda metade do mês também se pautou pela estabilidade das cotações no mercado do porco, se bem que começam a aparecer alguns sinais de tendência baixista que já são habituais neste altura do ano.

Apesar da tensão no mercado, as descidas nalguns países foram meramente pontuais e muito ligeiras, com excepção da França.

A oferta de porcos para abate vai aumentando ligeiramente e os pesos de abate também começam a subir, já que as temperaturas desceram e os porcos crescem mais depressa, dando indicação ao mercado que será necessário aumentar os abates no sentido de equilibrar a oferta e a procura. Em todo o caso, será necessário estimular o consumo de carne de porco e este estímulo aparecerá pelo regresso dos consumidores aos seus países de origem após as férias de verão e por algum ajustamento nos preços de venda da carne ao consumidor.

Por outro lado, espera-se com expectativa o que os chineses irão fazer relativamente às compras de carne de porco na U.E. a partir deste mês de Setembro. Nos primeiros 5 meses deste ano, as exportações de carne de porco da U.E. para a China reduziram-se 25,1% em relação a 2016 (menos 185,5 mil toneladas) e o total das exportações para Países Terceiros reduziram-se 6,3% (- 106,7 mil toneladas). Portanto, apesar da forte redução das compras chinesas, a U.E. conseguiu encontrar outros clientes que absorveram parte da carne que a China não comprou.

No que diz respeito às cotações, Portugal a cotação na Bolsa do Porco baixou 0,01€/kg carcaça nesta quinzena. Ao fim de 7 semanas, o preço sofreu uma variação e ela serviu para acompanhar a tendência do mercado já que nas semanas anteriores houve matadouros que baixaram as suas cotações de compra de uma forma mais acentuada do que aquela que a Bolsa acabou por definir para a última semana do mês.

Em Espanha a cotação também baixou 0,01€/kg PV, fixando-se a cotação em 1,425€/kg PV (1,90€/kg carcaça).

Na Alemanha a cotação manteve-se em 1,70€/kg carcaça.

Na Holanda e na Bélgica as cotações mantiveram-se em 1,69€/kg carcaça e 1,20€/kg PV, respectivamente

A Dinamarca baixou a sua cotação 0,03€/kg carcaça passando esta a ser 1,45€/kg carcaça.

A França foi o país que teve a descida mais acentuada e significativa. A redução da cotação foi de 0,062€/kg carcaça fixando-se a cotação em 1,401€/kg carcaça. Os pesos subiram 900gr em carcaça, passado para os 94,6kg. Espera-se que o regresso dos franceses a casa possa alterar o estado do mercado.

Comentário do mercado do suíno

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags