Leia este artigo em:

Austrália aumenta vigilância para evitar entrada da PSA

Com a Peste Suína Africana confirmada a menos de 700 Km da fronteira norte da Austrália, a ministra da Agricultura, Bridget McKenzie, pede maior vigilância para impedir a entrada da doença.

2ª feira 14 Outubro 2019 (há 1 meses 5 dias)
gosto

Do Ministério da Agricultura, foram aumentados os reforços relacionados à biossegurança em aeroportos internacionais, especificamente para vôos de países afectados pela Peste Suína Africana e, nas próximas semanas, serão realizadas verificações específicas em todas as pessoas que chegam nos vôos seleccionados, para isso serão usados cães treinados.

No início deste ano, a Austrália implementou mudanças na legislação de imigração para que os visitantes internacionais que transportam itens não declarados e de alto risco, como carne de porco de países afectados pela Peste Suína Africana, possam ser repatriados e pode-lhes ser negada a sua entrada na Austrália e cancelar seus vistos por até três anos.

Quarta-feira, 2 de Outubro de 2019/ Ministry of Agriculture/ Austrália.
https://minister.agriculture.gov.au

Artigos relacionados

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

15-Nov-201908-Nov-201931-Out-201925-Out-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui