Leia este artigo em:

Brasil: habilitação de novos matadouros para exportar carne de porco para China

Após a reunião da ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, e do administrador geral das alfândegas da China, Ni Yuefeng, o Brasil espera que 78 matadouros recebam autorização para exportar para o mercado chinês.

5ª feira 30 Maio 2019 (há 3 meses 23 dias)
gosto

Na reunião desta Quinta-feira em Pequim, concluiu-se que, dentro de uma semana, a equipa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento enviará às autoridades chinesas informações finais sobre os estabelecimentos de processamento de carne bovina, suína e de frango, já que os formulários. concluídas pelas empresas estão a ser revistos pelo MAPA.

"Estamos preparados para ampliar a nossa oferta de proteína animal, com qualidade, ao mercado chinês sem deixar de cumprir os requisitos sanitários previstos no protocolo bilateral", disse a ministra.

Ni Yuefeng informou que durante o segundo semestre um comissário visitará o Brasil para trabalhar com o governo federal e empresas em questões sanitárias e de quarentena.

Quinta-feira, 16 de Maio de 2019/ MAPA/ Brasil.
http://www.agricultura.gov.br

Artigos relacionados

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

20-Set-201913-Set-201906-Set-201902-Ago-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui