Leia este artigo em:

Descarta-se a presença de PSA na carne de porco espanhola apreendida pela Macedónia

Os resultados do Laboratório Comunitário de Referência deram resultado negativo para a presença de PSA nos lotes de carne de porco apreendidos como suspeitos pela Macedónia.

6ª feira 25 Outubro 2019 (há 25 dias)
gosto

No passado dia 9 de Outubro, o Director da Agência Alimentar e Veterinária da Macedónia, Zoran Atanasov, informou sobre a detecção do vírus da Peste Suína Africana num envio de 21312 toneladas carne de porco congelada proveniente de Espanha.

Fontes do Ministério da Agricultura espanhol, consultadas pela 333, informaram que os resultados das análises realizadas pelo Laboratório de Referência da União Europeia (CISA-INIA) para a PSA foram negativos.
Além disso, os serviços veterinários oficiais das comunidades autónomas identificaram e recolheram amostras nas explorações de origem, sem detectar nem problemas clínicos nem mortalidade anormal. Todas as análises foram negativas.

O Ministério reuniu com os Chefes dos Serviços das comunidades autónomas para informar de todos os passos seguidos para esclarecer o tema.

Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019/ Redacção 333.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

15-Nov-201908-Nov-201931-Out-201925-Out-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui