Leia este artigo em:

Perspectivas de Rabobank sobre os preços do porco

A pressão sobre a oferta e uma boa procura de exportação originarão, pelo menos, uma estabilização dos preços a níveis elevados durante o 4º trimestre.

5ª feira 27 Outubro 2016 (há 2 anos 1 meses 13 dias)

A forte oferta e as limitações na capacidade de abate nos EUA estão a pressionar os preços do porco a nível mundial, uma situação agravada pela desaceleração das importações chinesas, de acordo com o relatório trimestral sobre a carne de porco do Rabobank.

Isto causará uma nova descida do índice do Rabobank para o preço da carne de porco durante o quarto trimestre. "As perspectivas para 2017 são fracas, com um comércio mundial que se espera que estabilize e os principais produtores em modo expansão..." segundo Albert Vernooij, analista de Proteína Animal do Rabobank.

China: retoma de preços até ao Ano Novo Chinês

A baixa produção e a estacional para o Ano Novo Chinês provocarão retoma nos preços após a queda de crescimento durante o terceiro trimestre. Isto manterá os fortes volumes de importação em curso, mas o crescimento será mais lento que em meses anteriores. A competição será intensificada à medida que mais países e empresas obtenham autorizações para exportação.

UE: a disciplina da oferta, chave para perspectivas positivas

A pressão sobre a oferta e uma boa procura de exportação originarão, pelo menos, uma estabilização dos preços a níveis elevados durante o 4º trimestre. No entanto, para 2017 as perspectivas indicam um aumento da competição na Ásia e uma descida da libra esterlina britânica que pressionarão a rentabilidade deste mercado. O aumento do efectivo suíno deverá parar ou diminuir para manter os preços.

EUA: excesso de oferta originará forte pressão sobre os preços

Uma oferta maior que a esperada, combinada com um estancamento das exportações e um aumento da competição interna da carne de aves de capoeira, está a levar a descida de preços do porco e rentabilidade da indústria. Para os produtores de porcos, a situação piorará no 4º trimestre, com limites na capacidade de abate.

Brasil: recuperação do mercado à volta da esquina


Uma oferta equilibrada, junto com o aumento das exportações, traduzir-se-á num aumento dos preços do porco durante o 4º trimestre. Em combinação com a diminuição prevista dos custos de alimentação, isto irá apoiar a produção e as exportações em 2017.

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016/ Rabobank/ Holanda.
https://www.rabobank.com

Última hora

Aumenta o valor das exportações de carne de porco da UE28-Out-2016 há 2 anos 1 meses 12 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

07-Dez-201830-Nov-201823-Nov-201816-Nov-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui