Leia este artigo em:

Percepções e atitudes dos cidadãos da UE relativamente a medicamentos veterinários

A Federação Internacional de Sanidade Animal da Europa (IFAH-Europa) realizou, em 6 países europeus, um inquérito sobre as percepções e atitudes dos cidadãos da UE para com o uso de medicamentos veterinários para o tratamento e prevenção de doenças em animais de companhia e animales de produção.

4ª feira 28 Setembro 2016 (há 2 anos 2 meses 12 dias)

A Federação Internacional de Sanidade Animal da Europa (IFAH-Europa) realizou, em 6 países europeus, um inquérito sobre as percepções e atitudes dos cidadãos da UE para com o uso de medicamentos veterinários para o tratamento e prevenção de doenças em animais de companhia e animales de produção. Os resultados mostram que os cidadãos da UE estão preocupados com o uso de medicamentos veterinários e com o seu impacto na saúde humana. O seu nível de conhecimento sobre o tema é, no entanto, limitado. Os resultados indicam que é importante aumentar a consciência sobre os benefícios dos medicamentos veterinários, o seu uso responsável, assim como o seu grau de segurança.

O nível de consciência sobre os benefícios da medicina veterinária em termos de bem-estar dos animais é, em geral, muito baixo, com mais de 60% respondendo que não sabem ou não acreditam que os medicamentos veterinários tenham um impacto positivo no bem-estar dos animais da exploração. 59% dos inquiridos responderam que os animais da exploração têm o mesmo direito a receber medicamentos que as pessoas.

Quando se trata da relação entre saúde pública e animal foi observado também um vazio de conhecimento, com mais de 40% dos inquiridos a responder que não sabem ou não estão de acordo com a vacinação dos animais ajude a prevenir a transmissão de doenças às pessoas. Relativamente à segurança alimentar, a brecha de conhecimento aumenta com quase três quartos dos inquiridos (72%) que não sabem ou não acreditam que os medicamentos que se administram aos animais de exploração ajudem a aumentar a segurança alimentar.

Em relação aos resultados do inquérito, a Secretaria Geral da IFAH-Europa, Roxane Feller, afirmou que: "A indústria da saúde animal investe enormes recursos no desenvolvimento, testagem e fabricação de medicamentos veterinários seguros, eficazes e de qualidade e a Europa tem um dos sistemas de licenças mais restritos do mundo para o controlo dos medicamentos veterinários. 66% dos inquiridos não se sente bem informado sobre o uso dos medicamentos veterinários em geral e mais de 50% não estão conscientes de que os medicamentos de uso em animais cumprem os mesmos standartes de segurança que os medicamentos para as pessoas ".

Segunda-feira, 12 de Setembro de 2016/ IFAH.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

07-Dez-201830-Nov-201823-Nov-201816-Nov-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui