Leia este artigo em:

Previsões para as exportações de carne em 2025

As exportações mundiais de carne em 2015 prevêem-se que sejam 23% maiores que no periodo de base, de acordo com as "Perspectivas agrícolas OCDE-FAO 2016-2025".

5ª feira 14 Julho 2016 (há 2 anos 4 meses 26 dias)

As exportações mundiais de carne em 2015 prevêem-se que sejam 23% maiores que no periodo de base, de acordo com as "Perspectivas agrícolas OCDE-FAO 2016-2025". Este valor representa, no entanto, uma desaceleração do crescimento do comércio a uma taxa anual de 2,3% em comparação com a taxa média anual de 3,6% na década anterior. Este crescimento representa quase a mesma quantidade em volume. O crescimento do comércio de carne é superior ao crescimento da produção a nível mundial, apesar da rápida expansão da produção nacional de carne nos países em desenvolvimento. As importações de carne aumentarão nos países em desenvolvimento, em particular a carne das aves de capoeira e bovina, que em conjunto representarão 80% da carne adicional negociada em 2025 em relação ao periodo de base.

Ainda que seja esperado que, para 2025, os países desenvolvidos suportem pouco mais de metade das exportações mundiais de carne, a sua participação diminui de maneira constante em relação ao periodo base. As exportações de carne dos Estados Unidos captarão mais de um quarto da expansão do comércio total, enquanto que as exportações da União Europeia crescerão apenas marginalmente. A União Europeia melhorou o seu acesso aos mercados asiáticos, mas a competição do mercado da América do Norte e do Sul evitará que possam aproveitar ao máximo esta oportunidade.

É esperado que países em desenvolvimento tradicionalmente exportadores mantenham uma alta participação no comércio mundial de carne. O Brasil, mas também a Argentina, beneficiarão da desvalorização das suas moedas. Espera-se que as exportações do Brasil aumentem em 26%, contribuindo com cerca de metade do aumento das exportações mundiais de carne durante o período de projecção. A procura de importação será fraca durante os primeiros anos do periodo estudado, devido principalmente à diminuição das importações da Federação Russa e da China, mas vão aumentar com o tempo. O crescimento mais significativo na procura de importações origina-se no Vietname, que captura grande parte das importações adicionais para todos os tipos de carne, impulsionado por um forte crescimento económico. A África é outra região de importação de rápido crescimento, ainda que a partir de uma base baixa.

O crescimento global das importações em termos de volume será impulsionado pela carne de aves de capoeira, a maior parte importada pelos países em desenvolvimento. Os países em desenvolvimento também negociarão entre eles a grande maioria de todo o crescimento adicional na carne bovina. No entanto, os países desenvolvidos oferecerão a maior parte do comércio adicional de carne de porco, dirigida quase na totalidade ao mundo em desenvolvimento. Por outras palavras, enquanto o crescimento do comércio de carne bovina produz-se cada vez mais entre países em desenvolvimento, o crescimento no comércio da carne de porco mantém-se sobretudo nos países desenvolvidos.

O Brasil aumentou as suas exportações de carne de porco para a Federação da Rússia, que impôs proibições à importação de certos fornecedores tradicionais. Espera-se que o aumento da cota de mercado do Brasil para o mercado de suíno da Federação da Rússia se sustenha a médio prazo, ou pelo menos em parte.

Segunda-feira, 4 de Julho de 2016/ FAO.
http://www.fao.org

Última hora

Desaceleração na produção mundial de carne de porco15-Jul-2016 há 2 anos 4 meses 25 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

07-Dez-201830-Nov-201823-Nov-201816-Nov-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui