Leia este artigo em:

Record das exportações de carne de porco e seus produtos da Catalunha en 2016

Três em cada quatro quilos de carne de porco da Catalunha têm como destino os mercados externos, sendo a França e a China os principais compradores.

2ª feira 22 Maio 2017 (há 2 anos 5 meses 30 dias)
gosto

De acordo com o Interprofissional do Porco Branco Espanhol (INTERPORC), a partir de dados da DATACOMEX, as exportações de carne de porco e seus produtos transformados da Catalunha apresentaram números record em 2016, superando, pela primeira vez na história, os 2600 milhões de euros e os 1,2 milhões de toneladas (+13% em facturação e +15% em volume em comparação com o ano anterior). A Catalunha representa assim 57% da facturação externa do sector suinícola espanhol, que superou os 4500 milhões de euros em 2016.

Actualmente a Catalunha tem 6086 explorações de suíno - 7% do total de Espanha -, que produzem anualmente um pouco mais de 1,6 milhões de t de carne de porco e seus transformados (42% do total nacional). Portanto, quase 3 em cada 4 quilos produzidos na Catalunha têm como destino os mercados externos.

No que diz respeito ao destino das exportações, pela primeira vez em 2016 um país extra-europeu como é o caso da China, converteu-se no segundo destino dos produtos catalães de porco, substituindo a Itália, com compras no valor de 250 milhões de € (+58%) e 148 mil t (+57%). Além disso, se nos reportarmos a 2011, a China quintuplicou a facturação do sector suinícola catalãon (de 49 milhões para 250 milhões de € em 5 anos). O primeiro lugar continua a ser ocupado pela França com 531 milhões de € e 230 mil t.

No que diz respeito ao tipo de produto, as carnes frescas, refrigeradas ou congeladas encabeçam as exportações, com 2019 milhões de € e 942228 t (+15% tanto em volume como em valor relativamente a 2015, +38% relativamente a 2011). As exportações de transformados curados e cozidos aumentaram 68% nos últimos cinco para superar as 34659 t e os 178 milhões de € (+68%). As miudezas crescem 17% em volume, com 150945 t; o toucinho (+9%), com 34279 t; os presuntos e paletas curados (+3%), com 20920 t; e os preparados e conservas (+18%), com 14728 t. Quanto à facturação, à margem do bom ritmo das carnes frescas, congeladas e refrigeradas, as miudezas repreentaram 164 milhões de € (+18,5%). Seguem-se os preparados e conservas, com 33 milhões de € (+16%); e o toucinho, com 22,4 milhões de € (+19%).

Sexta-Feira, 12 de Maio de 2017/ Interporc/ Espanha.
http://interporc.com/

Última hora

Reino Unido: prevenir o risco de PSA02-Jan-2018 há 1 anos 10 meses 19 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim de notícias sobre o sector da carne de porco

Não estás inscrito na lista

15-Nov-201908-Nov-201931-Out-201925-Out-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui